Dicas básicas para couro

Quem já teve um carro com banco de couro sabe as vantagens de higiene, requinte e conforto que ele proporciona. Mas alguns cuidados são fundamentais para aumentar a durabilidade, o brilho e a eficiência do material. Consultamos alguns especialistas e fizemos um resumo bem útil para servir com guia. A limpeza dos bancos em couro é mais fácil que a dos assentos em tecido e dura mais tempo. O material favorece a conservação, entretanto, o brilho pode cair com a exposição excessiva ao sol. Em regiões quentes, como no Ceará, os assentos e partes internas do veículo revestidos com couro - como portas e volante - necessitam de cuidados constantes. O sol queima, resseca e causa rachaduras.

Para tirar a poeira
basta passar um pano seco e macio semanalmente. Os assentos de cores claras podem precisar de uma limpeza mais profunda, pois deixam a sujeira à mostra. Uma dica barata e eficiente é passar um pano umedecido com água e sabão líquido neutro nos assentos e partes em couro. Depois é só retirar o excesso com um pano seco. Os chicletes que as crianças gostam de grudar nos bancos podem ser removidos com gelo. Uma alternativa duradoura é a hidratação do couro. Existem produtos importados que, combinados, revitalizam as partes em couro dos veículos, conservando-os por mais tempo. A limpeza com emulsão de silicone para hidratar e proteger contra rachaduras, desbotamento e ressecamento mantém a aparência e brilho originais.

No caso de líquidos derrubados no banco
(café, leite, refrigerante, bebidas alcoólicas e água) e produtos gordurosos (óleo, azeite, creme e chocolate) deve-se remover imediatamente com pano macio e absorvente, friccionando suavemente; limpar com pano levemente umedecido com água morna em solução de sabão neutro; deixar secar naturalmente. Nunca se deve usar objetos pontiagudos e/ou abrasivos, bem como esfregar um banco em couro com e Se você gosta de aventuras e o couro do seu banco ficou enlameado, deixe secar e posteriormente remova a lama, evitando o aparecimento de manchas.

Se o couro é novo ou semi-novo
e está levemente sujo, use apenas um limpador adequado para artigos de couros, pois normalmente é suficiente. Com uso e com o tempo, é necessário nutrir e recuperar o couro. Utilize um creme adequado para artigos de couros. Antes de aplicar o creme, remova a sujeira e aplique em camadas finas, uniforme e em movimento circulares. Deixe secar e em seguida lustre com um pano limpo e macio ou com escova de cerdas de crina animal.

Obs: Procure utilizar produtos específicos para conservação do couro de seus bancos.
Estes produtos devem ser utilizados somente se necessário e conforme orientação do rótulo. Quando utilizar qualquer produto para limpeza ou recuperação de couro, faça um teste em alguma parte oculta, verificando possíveis danos como alteração na tonalidade.

Dicas para Camurça, Antílope

O Couro deve ser escovado periodicamente, com escova macia e própria para este tipo afim de remover o pó. Certifique-se que a escova esteja limpa e seca antes de utilizá-la no couro. Se o couro precisar ser renovado, ou seja, reavivar sua cor, utilize produtos adequados. Principalmente para tonalidades claras. Para prolongar a vida e manter o couro sempre com boa aparência, é necessário limpar, escovar, renovar (se necessário) e impermeabilizar regularmente.

DICAS IMPORTANTES

Aqui você encontra dicas importantes que todo motorista precisa conhecer.

1) CHEIRO DE GASOLINA E BENZINA: COMO TIRAR
Se você ficou com cheiro de gasolina ou benzina nas mãos após um breve contato, não se preocupe. A dica para remover o odor destas substâncias é esfregar as mãos com sal grosso ou sal de cozinha umedecidos em água. Em seguida, os bons e velhos água e sabão.

2) CERA TAMBÉM TEM JEITO
Após passar cera para impermeabilizar a pintura de seu carro, o tradicional cheiro pode ser tirado passando-se óleo para móveis - um dos mais conhecidos é o de peroba. É tiro e queda.

3) OS ESTOFADOS DO CARRO: LIMPEZA E CONSERVAÇÃO
Seu lindo estofado de couro do carro manchou? Se a causa for gordura ou tinta, por exemplo, e a mancha é resistente, o jeito é levar para quem entende fazer o tingimento para que não sejam notadas eventuais diferenças. As manchas provocadas por arranhões podem ser suavizadas com o uso de uma cera na própria tonalidade do couro. No banco do carro, deve-se passar com muito cuidado, em pouca quantidade e deixar secar para não manchar a roupa de quem senta.

4) MANCHAS DE TINTA ESFEROGRÁFICA TÊM SOLUÇÃO
Quem tem crianças, principalmente em idade escolar, sabe o tormento que é ter os bancos atingidos por tinta esferográfica. As "poções mágicas" para resolver o problema são álcool e removedor de cutículas. É só passar com toda a delicadeza sobre a mancha.

5) MANCHAS DE GARAGEM: DICAS PARA REMOVÊ-LAS
Manchas "de garagem": se o seu carro tiver alguma mancha provocada pela água de cimento que escorre em garagens, vai aí um macete: pegue um limão cortado e aplique o sumo na área afetada, esfregando o limão sobre a mancha até que esta desapareça. Depois, use polidor e cera para dar acabamento. Lembre-se: Sob o sol, o sumo do limão pode manchar a pintura do carro e provocar sérias queimaduras na pele. Portanto, cuidado! Faça isso sempre à sombra.

6) LANTERNAS TRASEIRAS DE NEBLINA PODEM ATRAPALHAR
Lanternas traseiras de neblina acesas, sem haver neblina atrapalham, provocando ofuscamento em quem vem atrás e ainda podem ser confundidas com luzes de freio. Fique atento para não deixar isso acontecer.

7) A ÚLTIMA BOMBADA É DESNECESSÁRIA
Aquela "última acelerada" antes de desligar o motor não traz benefício algum nos dias de hoje. Na verdade, esse hábito era comum nos carros antigos com motor de dois tempos onde o óleo era misturado à gasolina para lubrificação do motor, esse procedimento existia para deixar as paredes dos cilindros com gasolina e óleo, para que na próxima partida o motor não girasse a " seco". Porém, com a chegada dos motores atuais de quatro tempos, tanto carburados como injetados, esse procedimento causa o efeito contrário. Ocorre que o combustível que é enviado para a câmara de combustão não vai ser queimado, já que a ignição vai ser desligada e o combustível não queimado vai "lavar" a parede do cilindro (retirando o óleo), fazendo com que na próxima partida o motor comece a funcionar sem lubrificação adequada, além de aumentar o consumo de combustível.

8) VOCÊ ESQUENTA O SEU CARRO A ÁLCOOL?
Saiba que nos motores atuais, mesmo nos carros modernos movidos a álcool, não há mais necessidade de "esquentá-lo" previamente. Basta você sair com o veículo de maneira "tranqüila", sem forçar o motor, até que a temperatura esteja normal para que o câmbio e demais peças de transmissão e componentes de lubrificação, freios, etc., atinjam a temperatura ideal de funcionamento em conjunto com o motor.

9) PARADO, PROCURE NÃO DEIXAR A MÃO SOBRE A ALAVANCA DE CÂMBIO
Descansar a mão sobre a alavanca de câmbio provoca desgaste acentuado no sistema, deixando a alavanca folgada e imprecisa provocando aquelas "escapadas de marcha". Utilize a alavanca apenas para trocar marchas.

10) O MOTOR DO CARRO "MORREU" DE REPENTE?
A primeira verificação a ser feita é no nível de combustível no tanque. Se realmente o ponteiro estiver lá em baixo, não fique tentando dar partida no carro sem gasolina repetidas vezes, porque se a bomba elétrica funcionar "seca" por muito tempo pode pifar.

11) VOCÊ COSTUMA "ARRANCAR" ASSIM QUE O SEMÁFORO ABRE?
Arrancadas bruscas não gastam apenas gasolina. Nestas arrancadas, coxins e câmbio são forçados e dependendo da arrancada podem até quebrar. Lembrando-se ainda, que as engrenagens e juntas homocinéticas sofrem bastante com esse procedimento. Guie de forma suave, é mais econômico e seguro

12) DIRIJA DE FORMA ATENTA E EVITE TER DE FREAR BRUSCAMENTE
Evite frear de forma brusca. Além de gastar combustível, componentes do freio se aquecem demais causando mais desgaste das pastilhas, lonas, discos e tambores. Além é claro, dos pneus. Guie sempre com atenção.

13) CUIDADO COM OS LAVA-RÁPIDOS!
Fique atento quando lavar seu carro em postos ou lava-rápidos que utilizem desengraxantes na limpeza das rodas. Acontece que esses produtos contém formulas extra-fortes (muitas vezes, as mesmas utilizadas na limpeza de baús de alumínio de caminhões) e acabam removendo não só a sujeira como também o verniz e a pintura das rodas, causando grandes danos. O ideal é limpá-las com sabão neutro e água, ou no máximo, utilizar um detergente doméstico.

14) SABE O BARULHO IRRITANTE DA BORRACHA RANGENDO CONTRA O VIDRO?
Não se desespere. Muitas vezes este pequeno incômodo pode ser resolvido facilmente. Primeiramente, limpe o vidro e as borrachas da palheta com detergente neutro, pois podem estar engordurados. Se não resolver, dobre o limpador para o lado contrário ao que está rangendo para que a borracha da palheta "deite" por igual em ambos os lados, e tenha um contato uniforme com o vidro.

15) QUANDO ESTIVER PARADO NO FAROL, NÃO DEIXE O CARRO ENGATADO
Quando o semáforo está fechado, muita gente acaba mantendo o carro engatado e, conseqüentemente, o pedal de embreagem acionado. Este hábito provoca desgaste acentuado no sistema, deixando desgastado prematuramente o conjunto de embreagem. Portanto, desengate o carro, puxe o freio de mão e aproveite para relaxar um pouco!

DICAS

Economia de combustível
Na partida, não se deve aquecer o motor com o carro parado. É melhor começar a andar devagar, ir acelerando progressivamente sem exigir grande potência do motor nos primeiros metros.
No transito, mantenha-se o máximo possível nas marchas mais altas sem no entanto forçar o motor e deixa-lo dar trancos. Ande em velocidade regular, sem grandes freiadas ou acelerações repentinas (que consomem muito combustível). Velocidade, o consumo aumenta muito em velocidades altas, em alguns motores entre 100 e 130 o consumo aumenta 25%.

Estacionando: nunca acelere antes de desligar a ignição.
Gasolina: utilizar sempre gasolina sem chumbo.

Evitar Cargas e colocar bagagens sobre o teto
se for a única solução, equilibre a carga para que seja a menos volumosa possível. Não esquecer cargas inúteis dentro do veiculo (evite o aumento de peso desnecessário). Mecânica, é fundamental verificar pelo menos uma vez por ano os elementos essenciais, afinação do motor, troca de filtros (um filtro sujo diminui o rendimento do motor), etc.

Se o motor tiver velas que já não funcionam bem
desregulagem no sistema de injeção de combustível ou mau funcionamento na exaustão de gases, você estará jogando fora 15% ou mais de seu combustível. Se os pneus estiverem abaixo de sua calibragem recomendada pelo fabricante, eles trarão mais resistência para rodar e você estará perdendo (alem dos pneus) 5% do combustível.

Se as rodas estiverem fora de alinhamento
você estará perdendo (alem dos pneus) pelo menos 2% do combustível.
Obs . arrancadas fortes e grandes freadas: fazer um esforço desnecessário para chegar a uma velocidade que não será aproveitada exigindo logo a seguir outro esforço ainda maior de freiada, é o mais puro desperdício de combustível.

Pneus

Para conseguir uma boa performance dos pneus é necessário observar frequentemente (pelo menos uma vez ao mês) e sistematicamente antes de longas viagens sem esquecer o pneu reserva, se a calibragem esta correta. Estas verificações devem ser feitas com os pneus frios porque a pressão aumenta com a rodagem. Fazer o rodízio dos pneus a cada 10.000Km.

Desgastado nas bordas
pode ser causado por falta de pressão. A calibragem esta abaixo da pressão recomendada pelo fabricante ou desalinhamento. Solução: Calibragem correta. Desgastado no centro - geralmente indica que o pneu esta super cheio. A calibragem esta acima da recomendada pelo fabricante. As vezes as pessoas desconfiam que um pneu esta vazando um pouquinho e para compensar aumentam a calibragem, o que é muito ruim. Solução: Calibragem correta

Vibrações (chime) que são sentidas no volante acima de uma determinada velocidade.
Isto é muito perigoso e acontece por falta de balanceamento ou outro problema que leva a roda a trabalhar de maneira desigual. Além de acabar deformando definitivamente os pneus, leva a perda de controle do veiculo e outros prejuízos na suspensão. Solução: balanceamento e exame dos componentes da roda. Prevenção, uma vez que um desgaste se faz maior em qualquer ponto do pneu, ele ficara para sempre caso o desbalanceamento não for na roda. Um pneu novo não adiantará, pois o defeito não foi consertado, ele também se estragará. Observe cuidadosamente seus pneus a parte de fora e do interior da roda, para verificar algum desgaste circular maior na banda de rodagem de um lado ou do outro. Solução: Vá a um mecânico ver se a cambagem esta correta (o angulo de inclinação das rodas).

Se for fazer a rotação dos pneus
e quiser incluir o estepe (se o estepe for um pneu igual aos outros quatro). O estepe deverá ser colocado na posição : Roda Traseira Direita.

Bateria

Se você vai deixar seu carro parado por mais de um mês é aconselhável desligar os dois cabos da bateria.

Não desligar os terminais com o motor funcionando.
Não recarregar a bateria sem desligar os terminais. Carregar a bateria com um carregador:

Respeite as instruções do fabricante de carregador de baterias
Desligar a bateria começando pelo terminal (-).

Ao voltar a ligar começar pelo terminal (+)
Verificar que os terminais da bateria e as respectivas braçadeiras estão limpos. Se estiverem com uma massa branca ou esverdeada, é importante limpa-los.

A alimentação elétrica permanente
é necessária para abastecer os sistemas eletronicos. Depois de ter desligado e re-ligado a bateria, ligue a chave e espere 15/20 segundos antes de virar o motor de arranque.

Lavagem

Importante
Eliminar o mais rapidamente possível excrementos de aves, insetos, manchas de piche, e de gordura pois tudo isto contem substancias que provocam grandes danos à pintura.

Corrosão

É muito comum que o lavador de carros principalmente durante a noite não trabalhe da maneira correta, inclusive para poder fazer mais em menos tempo. Se você manda lavar seu carro todas as noites, precisa se certificar de alguns detalhes para não vir a ter um enorme prejuízo no final de alguns meses:

A lavagem é feita com mangueira ou balde ?
Prefira que seja feita com balde pois as mangueiras forçam a entrada de água nas menores reentrâncias da carroceria.

Com ou sem sabão/detergente (que sabão) ?
Não deixe usar sabão mais de uma vez por semana, obrigue o uso de agua limpa e pano macio.

Limpeza Interna

Enceramento

O uso regular de cera, adicionada á agua de lavagem ou aplicada em separado, é recomendado. Protege as partes superiores da pintura contra agressões externas como maresia, chuva, raios solares, etc.

O veiculo deve estar na sombra, frio, limpo e seco. Aplicar a cera suavemente e em movimentos circulares usando um pano macio e limpo, levemente umedecido.

Deixar secar por alguns minutos e dar brilho com uma flanela ou outro pano seco e macio. Mudando sempre a face do pano para ter sempre um pedaço limpo em contato com a pintura. Respeitar as normas estabelecidas pelo fabricante da cera.

Polimento

O polimento da pintura só deve ser feito quando esta já estiver embaçada e o uso de um produto de enceramento deixou de ser suficiente para dar o brilho desejado. No caso de aplicação usar apenas produtos levemente abrasivos.

SAIBA MAIS...

Importante

Compartilhar
Compartilhar

(31) 3464-5900 | 99266-0096 | 99266-0059 / Rua Cambuquira, 1584 - Carlos Prates | BH / MG